Bebé pequenino, de corpo frágil, mas choro muito forte. O D. deu luta na sessão, mas acabou por adormecer num sono profundo ao lado do seu primeiro amigo: um ursinho de peluche. Quando abriu os olhos ao mundo, já o peluche estava à sua espera. Aos 10 dias, veio com ele fazer a sessão e tem-no acompanhado sempre. Sabem aquelas crianças que se apegam a um cobertor, objeto ou brinquedo e que o mantêm até à idade adulta? Talvez este ursinho de peluche seja esse objeto que o D. vai levar sempre na mala pela vida e, quando olhar as fotos, vai de certeza sorrir.

017020

Back to top|Connect

Quem de nós adultos ainda não passou pela experiência de pegar ao colo um recém-nascido? Segurar uma criança é ter o mundo inteiro nas nossas mãos. Tenha ela horas, dias, semanas, meses, anos…

A S. tem apenas 8 dias e é já o centro da vida das pessoas que a rodeiam. Corpo pequenino, cara redondinha. São estes centímetros de ternura que fazem até o sorriso mais difícil deixar-se levar :)

Sara031

Back to top|Connect

15 dias. A M. tinha apenas duas semaninhas de vida quando nos visitou. Já conhecíamos a mãe e o pai e estávamos ansiosos por conhecer a pequena M. Chegou a dormir e a dormir ficou, mas apenas durante parte da sessão. Não quis ir embora sem nos mostrar o seu olhar, já atento a tudo o que a rodeia. Sabiam que nos seus primeiros dias de vida, o bebé já tem a visão definida e consegue ver até 20 cm de distância? A M. fez questão de nos mostrar isso mesmo e arregalou o olhar no final da sessão. Em breve, voltaremos a encontrá-la.

newborn013012

 

 

Back to top|Connect

Rosto redondinho, olhos rasgados, soninho tranquilo. Conhecemos a R. com 8 dias de vida. Deixou-se cair num sono profundo, próprio de quem ainda se está a adaptar à vida “cá fora”, sempre acompanhada do peluche que irá, certamente, ser seu companheiro de brincadeiras.

Back to top|Connect

A M.J. viu a luz dos dia poucos dias depois da sessão de maternidade. Por pouco, não conseguíamos registar esta barriguinha e a felicidade estampada no rosto destes pais. Os pais ouvem muitas vezes a pergunta “estão nervosos? prontos para a aventura?”. Os pais da M.J. estavam calmos e, sem dúvida, prontos para a aventura de cuidar com todo o amor de um ser que deles depende.

Back to top|Connect